sábado, 28 de julho de 2007

Olhar de Primavera


Meus pensamentos são tantos que nem os controlo.
Canso deles, tendo entendê-los, desmistificá-los.Pra que tanta arrogância, intolerância.
Assusto-me com atitudes alheias, que seres são esses.
Afasto meus pensamentos, e volto para um mundo só meu.
Neste ninguém entra, não quero saber dessa gente.
Cansei disso tudo, não quero pensar mais.
Sentimentos nobres estão extintos.
Pergunto-me incessantemente o que passa na cabeça dessa gente.
Consolo-me com pequenos gestos, carinhos, gentilezas sutis.
Olhares límpidos, de primavera, cheio de si.


6 comentários:

Lia Noronha disse...

Estamos mesmo assustados...com tamanha insensibilidade e falta de respeito pela vida humana...Bom começo de semana pra vc e obrigada pelo carinho no meu Cotidiano.

Fernando disse...

Até quando? Boas flores!
Bjo

Mestre disse...

Oi. Agradeço sua visita...vim espreitar seu cantinho...gostei.
Volte ao quadro sempre que desejar, tem a porta escancarada.
beijo suave

Rainha de Copas disse...

que lindo tudo por aquiiii! ;D adorei.

Menina Lunar disse...

A mais pura verdade, realmente.
Os bons sentimentos estão extintos... E poucos se propõem a salvá-los de seu desaparecimento.
Lindo jardim!!!
Bijo grande.

=]

Calimera disse...

Obrigada pela visitinha.
Gostei do teu cantinho.
Bjs