sexta-feira, 20 de julho de 2007

Cafel-Pelo casamento de Nanda e Leo


No casamento de Fernanda e Leo observo tudo atentamente, sentada um
pouco longe do altar, mas mesmo assim de um ponto, que a vista para os
dois era favorável.
Durante a cerimônia vou me recordando da empolgação de minha amiga
Fê me
contando todas as novidades sobre os preparativos, ajustes do belo
vestido e decoração. Ela estava realmente radiante, realizada.
O noivo, vestido elegantemente entra carismático, com uma sutil timidez
e fica a espera de sua amada, eterna.
O tapete vermelho e o bom gosto da ornamentação estava mesmo especial,
sublime como a ocasião.
Estavam presentes todos os familiares, muitos que vieram de longe, para
participar, dar apoio e se fazer presente, para Nanda, o verdadeiro
presente é ter as pessoas amadas e especiais por perto.
Com as garotas da nossa turma de faculdade, todas empolgadas por ver
mais um sonho entre as amigas sendo realizado, estávamos todas
impacientes e anciosas. A expectativa de simplesmente admirar a leveza
com que esperávamos a noiva entrar.
Lá vem, o silêncio entre as amigas se deu por automático, á imagino
descendo da BMW preta, elegante, dando os primeiros passos em direção
a única certeza de sua vida, Leonardo, que conhecera desde sua
adolescência entre alguns amigos.
Uma amizade predestinada, já estava abençoada, tinha tudo para dar
certo!
Os anos foram passando, e o casamento foi marcado.
A noiva sobe os degraus e para de frente para a maior porta já vista em
sua vida, uma porta única, a porta a qual passaria com o coração
disparado e emoção em forma de alma, e lagrimas contidas de alegria,
não queria estragar a maquiagem antes da hora, esperava que tudo fosse
mais que perfeito, desde sua entrada e a saída de mãos dadas com
seu marido e futuro pai dos seus filhos.
A marcha tradicional da noiva toca, músicos afinados estavam em
perfeita sintonia com o clima do ambiente, tornando-o todos anciosos e
felizes.Emocionados!
Tudo certo, Nanda diz Sim, aceita o seu futuro marido sem dúvidas, Leo
diz sim, aceita Fê se será para ela tudo que ela merece,
mais uma história contada em forma de um simples conto, um sonho se
tornando realidade.
Ah! Antes que me esqueça, um detalhe que me fez chorar quando ambos
viraram de volta para o altar, antes de irem para esperada Lua de Mel,
a autêntica música tocada para fechar com chave de ouro," i say little
prayer"!

Fernanda amiga, Fernanda Fátima, Fernanda sempre presente e amada!

Presente do Blog Café com Creme, um prova de amizade.
Feliz dia do amigo!

3 comentários:

Milla Loureiro disse...

tá com carinha de assustada?

o.0

te adoro amiga!

Juliana Sutério disse...

Falar de você, Fernanda, é como falar de mim mesma, fácil, como se eu a conhecesse há muito mais tempo. Você Fernanda, é uma pessoa especial, é você mesma, natural, espontânea. Sua congruência a torna a cada instante mais bonita, não precisa pensar, se esforçar e encenar, apenas criar, você é alguém capaz de demostrar sua essência em simples gestos, falas e emoções. Não usa de táticas, sempre autenticidade prevalece. Não usa de mentiras, prefere a verdade mesmo que doída. Não usa fingimento, é sincera ao ponto de surpreender. Não usa egoísmo, é solidária o bastante. É alegre, esforçada, carismática. Sempre justa, amiga e acolhedora. Muito presente, dengosa e cheia de auto estima. Expressa amor próprio e não tem vergonha de ser feliz. Acima de tudo, ama a vida e a todos. Você Fernanda, é mulher, filha,irmã, esposa, amiga, estudante, profissional... Enfim, é como todas as pessoas, porém é uma artista quando exerce todos estes papéis com a mesma integridade, autenticidade, humildade e carisma. Falar de você é assim, fácil, porque você é uma pessoa transparente, por isso eu a admiro. Obrigada por estes 9 anos de amizade. Beijo! Juliana!

Milla Loureiro disse...

onde estão os poemas de Dália?