segunda-feira, 16 de julho de 2007

Encontrar-me


Sentimentos alheios agem sobre mim,
Persegue-me, segui tudo enfim.
Quero correr sem tédio,
Buscar o remédio pra tanto e tamanho rancor.
Ofusco-me, luto, fujo sem cor.
Persisto, procuro, luto com tudo.
Acho-me confuso, me iludo no mundo de flor.

2 comentários:

Milla Loureiro disse...

...se iludir num mundo de flores não é tão ruim assim...

abraços Fê,sucesso com seus poemas e desvaneios!

Aline disse...

Nossa que flores lindas Parabéns!!!