quinta-feira, 19 de julho de 2007

Linda flor



Imersa a um mundo de lágrimas

Dissipo-me, me espalho,contrario-me

Volto-me do êxtase, viro outra.

Apaixono-me, reconheço, me viro pelo avesso.

Estou em construção, me iludo por paixão.

Corro pela vida, fujo da apatia.

Rendo-me a certeza, de ser aquela semente.

Que aos poucos vai brotar é virar á Dália da gente.

3 comentários:

Milla Loureiro disse...

amiga,tudo aki ta tão lindo,
assim seu espaço vai longe!!Bjos

Fernando disse...

Dálias...
Sandálias...
Suspiros!
Tiros!
Água & sal!

Elementos coloridos, sensíveis, puros ao olhar, cativantes e imagináveis!!!

mente fantasia disse...

Que foto!