quarta-feira, 9 de junho de 2010

Virando a página


Acabo de chegar de uma deliciosa viagem, terminei
a leitura de um livro maravilhoso, Comer, rezar, amar
de Elizabeth Gilbert, engraçado que temos momentos
certos para lermos determinados livros, e definitivamente
eu não poderia estar em um momento mais propício para
a leitura deste.

O livro nos conta a história de uma mulher americana,
34 anos, escritora, que decide viajar pelo mundo para
deixar para trás uma vida monótona, passa por 3 lugares,
sendo eles Roma, Índia e Bali em busca de experiências,
após divórcio complicado e uma depressão e com tudo
isso acaba fazendo uma intensa viagem interna.
Esta jornada é repleta de emoções, sonhos,
visões, e seu maior objetivo é sua recuperação pessoal.

A medida que fui lendo o livro, separei alguns fragmentos
para colocar aqui, chega a ser injusto, por que são inúmeras
as passagens que mereciam ser ressaltadas.

"O silêncio e a solidão são práticas espirituais mundialmente reconhecidas
e existem bom motivos para isso. Aprender a disciplinar sua fala é uma
forma de evitar que suas energias se esvaziam de você pelo buraco de
sua boca, exaurindo você é enchendo o mundo de palavras, palavras,
palavras, em vez de serenidade, paz e contentamento
."

"As pessoas acham que a alma gêmea é o encaixe perfeito, e é isso
que todo mundo quer. Mais a verdadeira alma gêmea é um espelho,
a pessoa que mostra tudo que está prendendo em você, a pessoa que
chama sua atenção pra você mesmo para que você possa mudar sua
vida. Uma verdadeira alma gente é provavelmente a pessoa mais
importante que você já conheceu, por que elas derrubam suas paredes
e te acordam com um tapa. Mais viver com uma alma gêmea não.
Dói demais. As almas gêmeas só entram na sua vida pra revelar
a você uma outra camada de você mesmo. E depois vão embora
."

Fragmentos do Livro: Comer, rezar, amar

Enfim, achei o livro excelente, envolvente e digo e repito,
leiam, por que além de tudo vocês irão dar boas risadas
com as atrapalhadas da autora, que protagoniza o livro.

O livro ganhou versão no cinema, protagonizado pela Julia
Roberts e deverá ser lançado no meio do ano.

4 comentários:

Sil.. disse...

Nanda queridaaaaaaaaaa!
Eu tbm terminei de ler esse livro, faz um mês acho.
Ameiiiiiiiiiiiiii.
Me encontrei, e aprendi lições que eu desconhecia!

Um abraço grande!

Daniel Savio disse...

Menina, interessante os trechos que você escolheu, mas uma alma gêmea realmente não é algo para nos completar, sim para nos fazer evoluir...

Fique com Deus, menina Nanda Nascimento.
Um abraço.

Troll disse...

Essa coisa de que falar demais deixa sua energia vazar no mundo me deixou preocupado, agora. Eu falo pelos cotovelos. Huahahahahahahaha!

Cadinho RoCo disse...

Nada como uma leitura que mexe com nosso âmago.
Cadinho RoCo