terça-feira, 17 de junho de 2008

Ser idoso... ou ser velho?


Idoso é quem tem o privilégio de viver a longa vida;
velho é quem perdeu a jovialidade.

A idade causa a degenerescência das células;
a velhice causa a
degenerescência do espírito.

Você é idoso quando sonha;
você é velho quando apenas dorme.

Você é idoso quando ainda aprende;
você é velho quando já nem ensina.

Você é idoso quando se exercita;
você é velho quando somente descansa.

Você é idoso quando tem planos;
você é velho quando só tem saudades.

Você é idoso quando curte o que lhe resta de vida;
você é velho quando sofre o que o aproxima da morte.

Você é idoso quando indaga se vale a pena;
você é velho quando, sem querer pensar, responde que não.

Idoso e velho podem ter a mesma idade cronológica,
mas têm idades diferentes no coração!

Fragmentos do livro: Aprenda a curtir seus anos dourados,
de Jorge R Nascimento.

Clique aqui, e veja o que achei de melhor no mundo dos blogs.
Se entrar comenta.

9 comentários:

Mirian Martins disse...

Oi Dália,

realmente é preciso refletir e atentar pra essas diferenças significativas que há entre "ser idoso e ser velho".
Boa noite.

borboleta disse...

olá
dscpa ma minha invasão, mas gosto tanto dos idosos que nao resisti :)

beijinhos

Adriana disse...

Dra RITA LEVI,italiana com quase 100 anos diz que o cerebro não envelhece.Adorei suas colocações!VOLTEI!

Otávio disse...

Com todos os meus punhados de anos, concordo com você. Ser idoso é completamente diferente de ser velho.

Beijos.

Odilon disse...

Como eu ainda estou longe desta fase vou me preparar para ser um idoso bacanudo e não um velho. Espero conseguir.

Beijos.

Débora disse...

Olá,Nanda

Eu quero ficar idosa...nunca velha!!

Conhecia este texto e acho muito verdadeiro!!

bjs

Palavras de um mundo incerto disse...

Guria, adorei este poema.
Sempre quando vejo estes seres fico observando-os. Admirando o semblante deles que transmiti para mim, suas vidas.

Beijos!!!


Marcos Seiter

Carol Barcellos disse...

Achei o máximo a definição das diferenças entre os termos. É pura verdade, conheço muitos velhos de 20 a 25 anos, e muitos idosos com 80 por fora e 20 por dentro, muito melhor vividos!

Beijos doces cristalizados!!! :o*

Tyr Quentalë disse...

Oi Nanda,
Um tempinho que venho aqui e quando retorno vejo um fragmento maravilhoso. Nestas poucas linhas, vemos as realidades sobre a idade cronológica e a mente das pessoas e ler estas poucas linhas foi tão agradável que me estimulou a comprar o livro para presenteá-lo ao meu avô, pois preocupa-me ver a chama da alegria que ele possuía, se apagando tão rapidamente, tornando-o um velho e não mais um Idoso!
Obrigada por trazer estas palavras aos seus leitores!
Tenha um dia maravilhoso e cheio de sorrisos!