segunda-feira, 21 de janeiro de 2008

Reflexos do passado


Ela levara uma vida tranquila sem muitos problemas e oscilações,
tudo era sempre igual sem nenhuma novidade. O dia passava
lentamente, as horas se arrastavam, seu semblante era sempre
o mesmo, tinha um sorriso raso, talvez para não dizer
superficial, se contentava com qualquer coisa, ou seja, tudo te
agradava de uma forma muito fácil , e ela sempre com o mesmo
sorriso, seu olhar era meio perdido como se quisesse alcançar
algo e no final só enxergava um mundo preto e branco,
mais como ela não tinha noção de como era um mundo colorido
se contentava com as migalhas da vida.
Numa quarta- feira dessas de sempre levantou-se diferente
correu para a varanda e avistou uma garotinha que deveria ter
seus 7 anos de idade e algo nela á advertiu de forma nostálgica.
Ela possuía o mesmo sorriso que o seu, e aquela fita no cabelo
está presa de forma igual a aquela que a sua avó Lucília um dia
amarrou nos cabelos dela, não pode ser, aquela era ela!
Pensou por si só na beirada da sacada...
Que horrível, que olhar é esse menina?
Que falta de graça, faça algo por fazer, ande e se mova, seja feliz!
Ei, você não está me ouvindo? Seu tempo está acabando,
não vá embora , fique e a salve!!!
Nunca mais a viu, não a salvou e nada foi mudado
além das rugas em seu rosto...



Ps:Milla obrigada por ajudar no brilho deste reflexo.


10 comentários:

Cackau Loureiro disse...

..os reflexos de hoje sempre são as sombras do passado, vivemos aprendendo sempre para poder enxergar adiante também, quem sabe um dia, fazermso diferente?

Adoro seus contos...

=)

Luis Pessoa disse...

obrigado pela sua visita a meu blog, e é bom ver que alguém de um país tão belo e cheio de pessoas bonitas me visitou, obrigado
saudações sexys como as suas palavras

camiles disse...

é, abre o olho, a vida é uma só e é bem curtinha...
muda o laço, troca a fita, encurta a saia e vá dançar!
beijo

Marco Ferreira disse...

Viver com grande intensidade.

Arrepender sempre e só daquilo que não se fez, porque se estava a fazer outras coisas, igualmente boas.

marinheiroaguadoce a navegar

Adriano Caroso disse...

Obrigado pelos elogios no meu blo. É muito especial para mim...

Carol Barcellos disse...

Nanda, depois passa lá no Rosa de cristal, pq tenho um selinho rap vc!
Beijinhos doces cristalizados!!!

rui disse...

Oi Nanda

Há um dia nas nossas vidas que dizemos basta! Levantamos cheios de energia e queremos mudar algo.

Gostei do texto
Beijinhos

Jacinta disse...

Oi,
passo por aqui pela primeira vez. Encontrei seu espaço lá no Adriano. Menina, que lugar bonito!!!
Voltarei outras vezes.
E sobre esse post, penso que somos várias pessoas em uma. E a criança, essa é forte e sempre retorna.
Um abraço
Jacinta

Amaral disse...

Belo e nostálgico.
Num mundo colorido, nem tudo brilha em todos os olhos.
Mas sempre há uma quarta-feira diferente, há sorrisos que despontam, há olhares de criança...
E há rugas que são reflexos doutras realidades que não deixam, por isso, de serem brilhos da vida...

com.vida disse...

Luz que bate aqui ali acolá e que vai em reflexos incontáveis qual a vida que sabemos ter o dom de confundir o tempo que acreditamos ser nosso, doce ilusão.
Cadinho RoCo