sexta-feira, 22 de fevereiro de 2008

Tênis x Frescobol


Os casamentos são de dois tipos.
Um é tipo tênis e o outro é tipo o frescobol.

O casamento do tipo Tênis é uma fonte de raiva e
ressentimento e termina sempre mal.
O casamento tipo frescobol é uma fonte de alegria e
tem chance de ter vida longa.


Vou explicar:

O Tênis é um jogo que o seu objetivo e derrotar o adversário
e fazer o outro errar. O bom jogador é aquele que tem a exata
noção do adversário e justamente lá que ele vai dirigir a sua
cortada e termina sempre com a alegria e a tristeza do outro.

Mais o frescobol é diferente, só se parece com o tênis porque
tem 2 jogadores, duas raquetes e 1 bola . Só que para o jogador
ser bom, é preciso que nenhum dos dois perca. Se a bola veio
meio torta, a gente sabe que não foi de propósito e faz o maior
esforço do mundo para devolvê-la gostosa, no lugar certo,
para que o outro possa pega-lá.
Não existe adversário porque não há ninguém a ser derrotado.
Aqui os dois ganham ou ninguém ganha.
E o melhor, aqui ninguém fica feliz quando o outro erra.


Resumindo: Tênis é assim: recebe-se o sonho do outro
para destruí-lo, arrebenta-lo como bolha
de sabão... Aqui quem ganha sempre perde.

E o frescobol ninguém ganha para os dois ganharem.



Adaptação da Crônica de Rubem Alves do Livro O Retorno e Terno


P.s: Em breve terminarei o final da história da postagem abaixo.

13 comentários:

Carol Barcellos disse...

Puxa, que legal, nem sabia as regras do frescobol! Com certeza, quero um namorado, que vire um marido bem frescobol, ainda que a conotação da palavra tenha duplo sentido aqui, hahahahahaha....mas vc entendeu o que quero dizer!

Beijocas doces cristalizadas, e um ótimo fim de semana!!! :o*

P.S. Amei a imagem que vc escolheu pra este post! Lindíssima! ;o)

Cackau Loureiro disse...

Adoreiii...e faz todo sentido, a vida é sim como um jogo!

Uma vencedora disse...

Amiga...

Amei a Crônica e concordo em todos os sentidos no que você quis dizer na mesma...

Amiga, te amo viu!!!

Bjs

Janaína

rui disse...

Olá Nanda

Adorei o teu pensamento sobre os diferentes tipos de casamento!

Beijinhos

Lau disse...

Ola
Obrigada pela visita, e pelas doces palavras que deixaste.
Es sempre bem vinda, vou-te linkar para passar a visitar mais tb :)
Adorei o cantinho.

Jokitas angelicais

Jacinta disse...

Menina,
gostei dessa simbologia que vc faz no jogo da vida.
Quando todos ganham, não há vencedor nem derrotado, mas sim, parceiros de vida.

Bjos
Jacinta

Marco Ferreira disse...

Ora aqui está uma boa maneira de se ver o casamento.

Estou então há espera de saber como acaba a história.

Continuação de boa semana.

marinheiroaguadoce a navegar

SAMANTHA ABREU disse...

Ah, Rubem Alves, Rubem Alves...

Um beijo, querida!

Diva disse...

Ta mto gira a cronica. A imagem tambem ta perfeita.
Bjs meus

Adriana disse...

Adorei sua vizita e seu blog.Volte sempre!!

Uma vencedora disse...

Linda...

Lá no somente eu mesma tem novidades...

Obrigada pela dica, tá!!!

Bjs

Janaína

Camila disse...

Interessante..Espero viver um frescolbol com meu amor!

Oliver Pickwick disse...

Não conhecia este texto, é divertido e, de certo modo, a alegoria é muito próxima da vida real. Nunca joguei frescobol, por outro lado, também não jogo tênis, portanto não perco e nem ganho. Humm... acho que as minhas chances de ser feliz estão em alta.
Beijos, e dias felizes!