quinta-feira, 11 de outubro de 2007

O sol do meu ser


Sinto o perder

meus olhos não o alcançam mais,

tudo ficou nublado e

se perdeu na ventania

a poeira se mistura a dor

meus olhos chegam a lacrimejar

não podes fugir, seu corpo me pertence

seu sorriso se manteve em minha mente, nada se perdeu

te achei no meio do nada e guardei todas suas marcas

Até as profundas

o quero de volta, com o mesmo sorriso, o mesmo olhar

e com o mesmo amor, vamos esperar a calmaria chegar

a terra estacionar, e você verá que o céu se manteve

e o sol ainda brilha em nossos corações

fora da gravidade.

11 comentários:

marcos piva disse...

vc é uma das "coisas de prata"!! pelo menos nas coisas que li no seu blog.
toma cuidado!! hehehehe

;-)

Tem mais uma nova!!
estava em tempos práticos!! Acho que agora vem mais algumas!!

Grande Abraço!

Cackau Loureiro disse...

O sol é o mesmo para todos, os raios solares sempre nos aquecem em dias frios...

Deixem eles penetrarem em sua pele...e nunca estará só!

=0

MIMO-TE disse...

OLá,
Este blog é sempre uma surpresa agradável, sempre com algo diferente mas o mesmo sentimento o amor. Lindo, adoro o teu espaço.

muitos mimos vou beber café.
Bom fim de semana

mimo-te

Márcio Alexandre disse...

...muitas vezes o nublado esconde um dia lindo que esta por vir. A grande dúvida principalmente ao sairmos de casa é a roupa a usar, nestes caso a mesma sensatez dos versos recomenda a praticidade de algo que sirva pra chuva ou sol, amor ou desilusão, início ou final, mas sempre com sensatez.

Márcio Alexandre disse...

...muitas vezes o nublado esconde um dia lindo que esta por vir. A grande dúvida principalmente ao sairmos de casa é a roupa a usar, nestes caso a mesma sensatez dos versos recomenda a praticidade de algo que sirva pra chuva ou sol, amor ou desilusão, início ou final, mas sempre com sensatez.

http://dijanira.blogspot.com/

O Profeta disse...

Há um espaço aberto
Estas pedras guardam segredos do tempo
Aromas dispersos invadem-me a lembrança
Este mar tem as cores do perdido sentimento


Bom fim de semana


Doce beijo

Mestre disse...

e quando é profundo e verdadeiro vale a pena esperar. O céu acaba se abrindo e por trás de nuvens negras volta a surgir um sol radioso.
Um beijo...meu

linny disse...

parabens pelo texto.

desculpe, mas nao lembro de ter vindo aqui...
e vc foi no meu blog, super obrigada.

e sempre bem vinda ao meu-retrato.

R@Ser disse...

Retribuindo tua gentil visita.
Me encantei com esse cantinho gostoso,lindo poema.
Bjim e bom fim de semana.

# thiago disse...

Adorei o texto...
Já me peguei pensando em frases parecidas com a desse texto...
Muito legal mesmo

Beijão!

Carol Barcellos disse...

Gostei demais do seu blog, acho que temos muito em comum. Te descobri por acaso, qdo estava dando boas risadas no blog Homem é tudo palhaço. Vi um comentário seu, e o nome Dália Rosa me chamou a atenção. Valeu a pena chegar aqui. Agora que descobri, venho te visitar sempre.

Beijos!